domingo, 21 de fevereiro de 2016

Introdução a Virtualização

A virtualização é uma tecnologia antiga, surgida em 1960, e introduzida em Mainframes. Só veio ganhar força 30 anos depois onde se tornou muito importante e indispensável e vem sendo usada em diversos ambientes empresariais.
Essa tecnologia permite separar o hardware do software e isso possibilita a execução de vários sistemas operacionais e aplicativos simultaneamente em um único servidor. Ou seja, na virtualização temos a ideia de expansão dos recursos físicos para que o sistema operacional possa ser compartilhado por um único hardware.
Quando solicitamos a execução de um programa em qualquer "Sistema Operacional" (S.O.) é gerado um processo que solicita ao processador um espaço para execução. O processador libera o espaço solicitado e nessa situação temos um processo de virtualização, onde o sistema operacional libera um endereço virtual para que possa executar o programa.   

Maquinas Virtuais

Os tipos de virtualizações 

Quando falamos de virtualização não se aplica somente a virtualização do S.O, pois o termo se expande para desktop/servidores, apresentação e aplicativo.

Virtualização de Desktop 

O conceito da virtualização de desktop é a mesma que a de servidores. Consegue-se virtualizar diversos desktop em um único servidor e a quantidade de desktop depende da capacidade do hardware como dito acima expandimos um espaço físico em várias partes.
A virtualização de desktop e servidores é classificada como virtualização de hardware, porém cada uma tem sua característica.
virtualização de servidor: é classificada como particionamento de um servidor físico em pequenos servidores virtuais;
Virtualização de desktop: uso uma tecnologia de virtualização para emular um novo hardware em que possa criar um outro S.O dentro do mesmo.

Virtualização de Aplicativo 

Cada sistema operacional tem sua arquitetura e opera de formas diferentes e or isso não conseguimos utilizar um programa de linux no windows ou vice-versa. São necessárias muitas modificações para que possa funcionar em um determinado S.O.
Isso foi resolvido com a virtualização de aplicativo Ao invés de ter uma aplicação instalada na maquina elas são disponibilizadas em um servidor, onde os usuários que desejam utilizar a aplicação fazem acesso direto ao servidor sem precisar instala-los. Isso permite executar determinado aplicativo em qualquer dispositivo com conexão a minha rede, eliminando as incompatibilidades. 

Virtualização de Apresentação 

Quando falamos de uma aplicação é obvio imaginar que ela só funciona no mesmo local de instalação. Essa barreira foi quebra com a virtualização onde temos acesso a um ambiente computacional sem estar em contato com ele. Pode-se usar um sistema operacional completo de qualquer lugar do mundo desde que tenha acesso a internet e esse conceito é semelhante ao acesso remoto, só que sem a limitação de usuários permitindo acessos simultâneos sem um interferir no outro.    

Um comentário:

Blog Pensando no dia-a-dia disse...

Texto bem interessante, pois algumas pessoas pensam que os acessos podem ser somente locais.